Gaudens, um toque de prazer surpreendente e indescritível

O Portal LiV te conta a história dessa marca de sucesso!

11/04/2022 15:34
Gaudens, um toque de prazer surpreendente e indescritível

Fabio Sicilia é chef, sommelier e chocolatier. Ao lado da irmã, a chef Angela Sicilia, ele comanda o restaurante Famiglia Sicilia, em Belém, desde 1989. Com o passar dos anos ele incorporou ao negócio da família, a loja de vinhos Don Vino, que desde 2006 ele administra pessoalmente a compra de cada garrafa. O Chocolate Gaudens nasceu, primeiramente, como uma fábrica própria funcionando desde 2004, porém, uma curiosidade, a marca iniciou suas primeiras vendas ainda sem ter nome definido. 


“Inicialmente, quando eu comecei, eu não tinha um nome que fosse uma escolha minha. Aí, eu resolvi lançar Gaudens, procurando um nome que representasse o que o chocolate é pra mim. Em 2012, até então, eu produzindo o meu chocolate aqui dentro, comecei a vender sem um nome. E aí, eu digo não, tem que ter um nome, esse chocolate. E aí eu, prospectando descubro o seguinte, eu queria algo que representasse o que o chocolate é pra mim, o ápice do prazer, plenitude, um orgasmo. Só que se eu colocar “um orgasmo”, vão dizer: é sexshop. Não dá. E aí, eu consigo descobrir que em latim, nós temos gaudens, tradução ao pé da letra: orgasmo. Mas no sentido mais amplo, no sentido de conexão com o divino, de plenitude, realmente”.

Fábio é dessas pessoas encantadoras que conhece a fundo qualquer assunto. Ele dedica-se a cada negócio da família, com entusiasmo e constantemente buscando conhecimento. Cuida de tudo, como se fosse seus filhos. Estudou nas melhores escolas de gastronomia na europa, como   o Le Cordon Bleu https://www.cordonbleu.edu/home/pt-br e a ICIF, na Itália,https://www.icif.com/pt-br/. 

“Quando eu voltei para Belém, eu passei uma vergonha divertidíssima. Eu trouxe na mala aquela flor conhecida por Physalis, achando que tinha descoberto uma fruta belíssima, descubro que tem no Brasil. Eu tinha pago 60 euros, o quilo, em 2003. Em São Paulo custava R $54,00, já era muito mais em conta. Quando eu pego e chego em Belém, eu apresento pra minha equipe: aquela cara de decepção, e dizem assim “Fábio, isso é camapu”. Eu disse “você conhece isso?”, “isso é mato, tem lá no quintal de casa”. Eu disse “tem mais coisas por aqui”. E aí eu descubro que medicilândia era o maior produtor, município maior produtor de cacau do Brasil, o estado era o segundo maior produtor e que o cacau era octógono paraense. Eu disse “é um absurdo! Nós não temos chocolate paraense”. E aí, eu vou, começo o meu trabalho, abro uma indústria em Ananindeua, de chocolate. Mas ainda muito incipiente, eu acabei focando em falta de recursos, falta de equipamento e uma série de outros elementos”. 

E apesar de todas dificuldades que teve, ele encara com determinação todas as coisas que se propõe a fazer.  "No Brasil é muito difícil você conseguir maquinário para pequena produção. Ou você é de grande escala e o equipamento é importado. Isso faz com que a gente acabe nunca tendo uma indústria própria. E é uma cobrança que eu faço, inclusive, por que que as universidades não focam na área de engenharia mecânica, soluções? Até hoje, a minha solução ainda não é 100% nacional. Mas consigo, desbravando desde 2004, produção de chocolate. Como era pequena e insuficiente pra uma escala, começo a fazer o chocolate pra minha própria produção de brownie, que eu sempre fui uma referência nos brownies, que era o Dolce Paolo, clássico que a gente implantou em 97.E aí, eu começo a agregar esse ingrediente, e aí, me especializando cada vez mais no chocolate para o meu próprio consumo. Em 2012, eu tomei a coragem de aumentar a escala, porque eu já começo a achar recursos, que me permitiam fazer uma produção capaz de pelo menos abrir uma loja, e aí, eu começo a Gaudens”.


O Portal LiV foi conhecer a história empreendedora e de muita persistência por trás do chocolate Gaudens. Atualmente ele ainda se divide ocupando uma cadeira na Faculdade nononononononono, disciplina de empreendedorismo. Ele acredita na persistência como um das grandes características do empreendedor. Assista o vídeo com a entrevista completa com Fábio Sicília. 




Mais matérias Empreendedorismo

publicidade

Apresentador

Patrocinador

AMANCO

Apoiador

BC Frio RL Metalúrgica